Frutas vermelhas – conheça os benefícios

 

As frutas vermelhas são muito famosas por conterem diversos antioxidantes que ajudam na manutenção do organismo por conter alta concentração de vitamina C. O que muitos não sabem, é que seus fitonutrientes são anticancerígenos. Todas tem antocianinas, um antioxidante que retardam o crescimento de células pré-malignas e retém a formação de novos vasos sanguíneos (que podem alimentar um tumor canceroso). Quanto mais escura for a coloração do alimento, mais concentração ele tem!

 

Mirtilo- Rico em vitaminas A, B, C, K, ácido fólico), minerais (potássio, magnésio, cálcio, fósforo, ferro, manganês, açúcares, pectina, taninos e os ácidos cítrico, málico e tartárico. Além de todos esse nutrientes, o mirtilo é rico em antocianinas (flavonóides) que oferecem ao organismo benefícios como diminuição da permeabilidade e fragilidade dos vasos sangüíneos, ação antiinflamatória, antiespasmódica, antioxidante, antiviral, antibacteriana, antitumoral e  à saúde dos olhos. As antocianinas são responsáveis pela cor caracterísitica do fruto. Os frutos podem ser consumidos in natura ou após processamento por congelamento, desidratação, enlatamento ou produção de geléias ou licores, sucos, sorvetes e doces em geral. Esses dias eu comprei o mirtilo congelado (foto) e bati junto ao suco de outras frutas.

 

Framboesa- são ricas em antocianinas, substâncias com ação antioxidante e anti-inflamatória, que melhoram a circulação e previnem danos nas artérias, diminuindo o risco de doenças cardiovasculares.

Amora- contém antocianinas que são poderosos antioxidantes que ajudam a reverter os danos celulares causados pelos radicais livres. Por ser uma fruta rica em cálcio, a amora é muito eficaz no combate a osteoporose.

 

Morango- pouquíssimo calórica, rica nas vitaminas C, A, E, B5 e B6 e nos seguintes minerais: fósforo, magnésio e potássio. Esse trio é fundamental para o sistema nervoso e ainda ajuda a manter por muito tempo a saúde muscular. O morango é uma das frutas com a menor quantidade de carboidratos, e também possui bioflavonoides anticancerígenos, como a antocianina e o ácido elágico. Aliás, guarde esse nome! O ácido elágico evita danos celulares, diminuindo a ameaça de tumores principalmente no aparelho digestivo. Esse é um dos motivos para o morango ser cada vez mais associado à longevidade.

 

Cereja- contém  muitas fibras, que auxiliam no funcionamento do intestino e ajudam a aumentar a saciedade, proteínas (pouco) e carboidratos (frutose), vitaminas (A, B e C) e minerais (cálcio e ferro). Por ser rica em ácido salicílico é indicada no tratamento de doenças como reumatismo, gota, artrite e redução do ácido úrico.

 

Acerola- é rica em inúmeros nutrientes e possui boas quantidades de vitaminas A, B1 e B6, além de apresentar um dos maiores teores de vitamina C. Em sua composição encontramos também potássio, fósforo, ferro, magnésio e cálcio. A acerola também é considerada um ótimo antioxidante.

 

Melancia- A melancia é extremamente rica em água. Em torno de 90% do corpo da fruta é composto pela substância. Ótima opção para hidratar e para baixar a temperatura do corpo. No entanto, a melancia também possui nutrientes importantes como carboidratos, sais minerais, ferro, cálcio, fósforo, potássio e vitaminas do complexo A, B e C. Especialistas comprovam que a melancia é um alimento que possui poderosos agentes antioxidantes que são muito eficazes na prevenção de doenças malignas. Esses antioxidantes ajudam na limpeza de órgãos como os rins e funcionam como limpadores do estômago e intestino, ajudando na desintoxicação do organismo. Um deles licopeno, que previne e ajuda a combater vários tipos de câncer como o de próstata, estômago, pâncreas, bexiga, mama. A frutose, carboidrato responsável pelo sabor adocicado, dá um gás na energia, ajuda no funcionamento dos nervos, do cérebro, da medula óssea e dos glóbulos vermelhos.

 

Deixe uma resposta