Molho pesto vegano

O molho pesto é um clássico da culinária italiana, tradicionalmente feito com folhas de manjericão e queijo, faz muito sucesso aqui no Brasil. Que tal uma receitinha vegana?

 

Além do pesto de manjericão, é possível preparar versões alternativas caso não goste muito dessa erva, como pesto de rúcula, de azeitonas, de abobrinha e de tomates seco.

 

As formas de consumir o pesto são inúmeras. Pode ser usado como molho de macarrão, espalhar sobre uma fatia de pão tostado, servir sobre saladas, brusquetas e pizzas. Se você ama o pesto como eu, pode muito bem fazer bastante e congelar em pequenos frascos, depois é só descongelar na geladeira ou em temperatura ambiente e utilizar normalmente.

INGREDIENTES:
3 xíc. de folhas de manjericão
1/2 xíc. de nozes (ou castanha de caju ou do Pará)
4 colheres de sopa de azeite de oliva
1 colher de chá de sal
1/4 colher de chá de pimenta do reino (opcional)

COMO FAZER:
1- Coloque todos os ingredientes no processador ou liquidificador e triture até ficar homogêneo. Desligue o processador ou liquidificador de vez em quando e raspe a lateral com uma espátula ou colher e volte a bater, assim a mistura ficará mais homogênea. Se você tiver um pilão e socador, pode utilizá-los para triturar os ingredientes. Caso esteja difícil triturar, adicione mais azeite de oliva quanto baste;
2- Se não for usar logo, transfira o pesto para um pote com tampa e armazene na geladeira por até três dias. Use quando necessário para incrementar pratos.

 

DICA: Você pode adicionar 1/2 dente de alho pequeno e gotas de limão para ficar mais saboroso.

 

Leite vegetal: 13 receitas fáceis para você fazer em casa

Os leites vegetais são grandes aliados para quem faz uso de dietas que restringem leites de origem animal, como é o caso dos veganos. Quem tem intolerância ou alergia à lactose, ou ainda outro elemento presente nos leites animais, também costuma substituir leites animais pelos vegetais em suas refeições.

 

Geralmente, existe pouca variedade de leites vegetais disponíveis nos supermercados comuns, e quando são encontrados, apresentam um preço bem elevado. Outra desvantagem dos leites vegetais industrializados é que quase sempre apresentam conservantes, corantes, açúcar e adoçantes, o que faz muitas propriedades desses leites se perderem.

 

Uma alternativa aos leites vegetais industrializados é fazê-los em casa. O processo para obter leite de diferentes tipos de grãos e cereais é bem parecido. Na maioria das vezes é necessário deixar o grão ou cereal de molho durante algumas horas, bater com água e coar, porém não é regra. Em alguns casos não é necessário nem deixar de molho ou ainda coar, tornando o processo mais prático.

 

RECEITAS:

 

*Leite de soja: dentre os leites vegetais, o leite de soja é o mais mais conhecido. Para fazê-lo basta deixar a soja de molho durante 12 horas, bater no liquidificador com 3 xícaras de água para cada xícara de soja, coar e cozinhar o líquido até a espuma sumir. Com o resíduo do leite, chamado okara, é possível fazer bolos, bolachas e até mesmo adicionar ao suco verde.

 

*Leite de amendoim: o leite de amendoim tem sabor similar ao leite de amêndoas, com a vantagem de ser mais econômico. Existem diversas formas de obter esse leite, a depender do gosto de quem irá prepará-lo. Ele pode ser apenas deixado de molho, batido e coado, ou como apresentado na receita, o leite pode ser cozido. Outra opção também é torrar o amendoim antes de deixá-lo de molho. O resíduo do leite é ideal para o preparo de quitutes doces como bolos, bolachas e cookies.

 

*Leite de amêndoas: além de ser consumido puro, o leite de amêndoas é ideal para ser utilizado em receitas, já que seu sabor é um dos mais neutros dentre os leites vegetais. Para fazê-lo basta deixar as amêndoas de molho por pelo menos 12 horas, bater no liquidificador utilizando 4 xícaras de água para cada xícara de amêndoas. Se desejar, adicione essência de baunilha.

 

*Leite de gergelim: o gergelim é um ótimo alimento para diminuir o colesterol ruim e, além disso, o seu leite apresenta mais cálcio que o leite de vaca. Para preparar o leite de gergelim você pode utilizar o gergelim preto ou bege. Deixe-o de molho de 8 a 12 horas, bata no liquidificador com 3 ou 4 xícaras de água e coe. Com o resíduo do leite é possível fazer uma ricota de gergelim.

 

*Leite de linhaça: a linhaça tem a função adstringente, ou seja, é uma ótima aliada na perda de gordura. O uso dessa semente também está associado ao tratamento de problemas na pele como ressecamento, psoríase, acnes e alergias. Para fazer o leite de linhaça deixe as sementes hidratando em água durante 8 horas. Depois, bata bem no liquidificador a linhaça com água, utilizando 1 copo de água para cada 2 colheres de linhaça. Finalize coando. A dica da autora da receita é também substituir a água por água de coco ou ainda por um chá de sua preferência ao fazer o leite de linhaça.

 

*Leite de semente de abóbora: as sementes de abóboras muitas vezes são descartadas para apenas a polpa da abóbora ser consumida. É possível fazer um leite vegetal super nutritivo com essa semente que geralmente vai para o lixo. Para fazer esse leite basta deixar as sementes de molho por 12 horas. Para cada xícara de sementes use 4 xícaras de água, bata no liquidificador e coe.

 

*Leite de aveia: a maior vantagem desse leite é o tempo de preparo. Diferente dos demais leites vegetais, a aveia não precisa ser deixada de molho, o leite não é cozido e o preparo é finalizado em poucos minutos. Para cada 2 xícaras de aveia em pó ou em flocos utilize 4 xícaras de água. Bata no liquidificador e coe. O leite dura aproximadamente 3 dias na geladeira.

 

*Leite de arroz: o leite de arroz é um dos leites vegetais com textura mais fina. Não é preciso deixar o arroz de molho, mas é preciso cozinhar. Para o preparo utilize 1 litro de água para cada xícara de arroz, que pode ser branco ou integral. Cozinhe por 15 minutos, bata no liquidificador e coe. O resíduo pode ser utilizado em pratos salgados como sopas, caldos e tortas.

 

*Leite de castanhas do Pará: o leite de castanhas do Pará é um ótimo substituto para o leite de vaca em pratos salgados. Pode ser usado no molho branco e pode substituir o creme de leite. Para fazê-lo utilize 500ml de água para cada 8 castanhas, bata as castanhas no liquidificador, adicione a água e coe.

 

*Leite de castanha de caju: para fazer esse leite utilize 1 litro de água para cada 100g de castanha de caju. Deixe de molho por ao menos 8 horas, bata no liquidificador as castanhas com 300ml de água durante 1 minuto, adicione as demais 700ml de água e bata bem. Coe em um pano bem fino para que não passe nenhum resíduo. Se desejar adicione essência de baunilha.

 

*Leite de nozes: as propriedades medicinais das nozes são muitas. Entre elas estão a redução do risco de diabetes e o aumento nos níveis de serotonina, responsáveis pelo bom humor. Para fazer o leite de nozes basta bater 2 copos de água para cada copo de nozes e coar até obter a textura desejada.

 

*Leite de girassol e inhame: esse leite é muito energético e ótima fonte de vitamina E. Para prepará-lo deixe as sementes de girassol de molho durante 12 horas. Depois, bata as sementes de girassol com água e um inhame pequeno descascado e picado. O leite pode ser guardado por apenas um dia, na geladeira.

 

*Leite de quinoa: o leite de quinoa é rápido e fácil de ser preparado. Utilize 2 xícaras de água para 4 colheres de quinoa. Coloque tudo dentro do liquidificador e deixe de molho durante 15 minutos. Depois bata durante 1 minuto e está pronto. Não é necessário coar.

 

6 vantagens do consumo de leite vegetal

  1. Podem ser consumidos por qualquer pessoa, desde que a mesma não apresente alergia ao vegetal utilizado para fazer o leite;
  2. São ótimas opções de hidratação para se tomar ao longo do dia;
  3. Para dietas com restrição de leite animal podem funcionar como substitutos em receitas como bolos, pães, cremes, tortas e outras;
  4. Não possuem gorduras saturadas, portanto não aumentam o colesterol ruim;
  5. São fontes de minerais como o potássio e vitaminas do complexo B;
  6. Dependendo do vegetal utilizado para o preparo são ótimas fontes de fibra.

Seguindo uma alimentação saudável e balanceada, os leites vegetais podem complementar a sua dieta. Lembrando que cada pessoa pode ter necessidades especificas para o consumo de nutrientes diários. Consulte um nutricionista para saber as suas.

Conheça também uma das opções mais saborosas e rica em benefícios: o leite de coco vegetal!

 

#vegano #vegetariano #vegan #veganismo

Moqueca de banana-da-terra

Receitinha vegana mais que especial.


Tempo de preparo:
 40 minutos (+ o tempo de marinada)
Rendimento: 6 porções

Ingredientes
6 bananas-da-terra sem casca
suco coado de 1 limão
1 dente de alho picado
3 pimentas dedo-de-moça, sem sementes, picadas
Sal e pimenta-do-reino branca moída na hora
2 colheres (sopa) de azeite
2 cebolas grandes cortadas em rodelas finas
1 pimentão amarelo sem sementes em rodelas
1 pimentão verde sem sementes em rodelas
1 pimentão vermelho sem sementes em rodelas
1 lata de tomate pelado
1 1/3 xícara de leite de coco
2 colheres (sopa) de cheiro-verde picado

Modo de preparo
Corte a banana no sentido do comprimento e depois em pedaços grandes. Ponha em uma tigela com o suco de limão, o alho, a pimenta dedo-de-moça, o sal e a pimenta-do-reino. Reserve por uma hora e meia. Em seguida, aqueça o azeite em uma panela grande e refogue a cebola e os pimentões. Acrescente o tomate pelado ligeiramente picado com o conteúdo da lata e cozinhe por 5 minutos. Por cima, arrume a banana com sua marinada. Cubra com o leite de coco e polvilhe com metade do cheiro-verde. Cozinhe, mexendo às vezes com cuidado, por mais 25 minutos ou até a banana ficar macia e o líquido se reduzir bem. Sirva em seguida, polvilhada com o cheiro-verde restante.

Dica: se você gostar da moqueca com mais caldo, não deixe o liquido se reduzir muito. Esta receita pode ser preparada com palmito no lugar da banana-da-terra.

#vegana #receitavegana #vegan #vegetariana #vegetarianismo

 

Manteiga vegana de aquafaba

Ahh uma manteiga com pão…. Como nos tráz recordações não é mesmo?
Existem algumas marcas veganas de manteigas que você encontra em loja de produtos naturais, mas elas nem sempre são acessíveis a todos. Logo, esta receitinha a base de aquafaba é de inspirar qualquer café da manhã!

Ingredientes
60 ml aquafaba (TEM RECEITA AQUI NO BLOG MESMO)

1/2 xícara óleo de coco

4 colher sopa azeite de oliva

1/3 colher chá açafrão-da-terra

1/2 colher chá vinagre

1/3 colher chá sal

Bater a aquafaba na batedeira até virar a colher e não cair (cerca de 15 minutos). Misturar o restante dos ingredientes com a exceção do óleo de coco. Derreter o óleo de coco para que esteja líquido. Adicionar a mistura quando não estiver mais quente e levar a geladeira por cerca de 4 horas. Deixar destampada, só depois de firme tampar o recipiente.

Tempo de preparo 15 minutos

Aquafaba – essencial para receitas veganas

A receita de hoje não é bem um prato delícia cheio de sabor, mas é uma dica valiosa para o seu dia a dia vegetariano ou vegano. A aquafaba pode ser utilizada em todas as receitas que pedem  clara de ovos ou claras em neve! A aquafaba pode ser feita a partir do cozimento do feijão, ervilha, soja…porém, a do grão de bico é o que proporciona sabor mais neutro e melhor consistência nas receitas vegetarianas/ veganas. Abaixo eu listo algumas ideias de receitas com aquafaba e também com o grão de bico cozido. Além de substituir perfeitamente as claras em neve a aquafaba rende bastante e tem o custo baixo.
O que eu posso fazer com aquafaba?
Maionese vegana
Merengue/Suspiro
Mousses

Pudim de claras vegano
Cobertura de bolo ou cup cakes (Glacê)
Qualquer bolo que exija claras em neve
O que eu posso fazer com o grão de bico utilizado no preparo?
Salada de grão de bico..
Húmus
Falafel

Hambúrguer de grão de bico
Creme de grão de bico (sopa)
Quibe à base de grão de bico
Grão de bico ao curry

Obs: Deixar o grão de bico de molho em água de um dia para o outro em meio ácido (gotas de limao, vinagre) e cozinhar com folha de louro para reduzir a quantidade de ácido fítico

Bebida de Inhame – Receita Vegana

As bebidas vegetais não devem ser chamadas de leite vegetais, pois não substituem o leite de vaca (as plantas tampouco possuem mamas para produzir leite). São bebidas super nutritivas, mas nutricionalmente diferentes. Ou seja, são opções de bebidas vegetarianas/ ou veganas saudáveis, que de aparência e textura PODEM lembrar o leite (particularmente eu acho estas bebidas muito mais saborosas, além de causarem muito menos impacto no meio ambiente).

Bebida Vegetal de Inhame – Receita vegetariana/ vegana

1 xícara de chá de inhame cozido
1xícara de chá de castanha do Pará de remolho por 8horas
1 pitada de sal
Água para cobrir
Ferva o inhame em água. Descarte a água e bata o inhame no processador ou mixer. Acrescente as castanhas e o sal e bata novamente até ficar homogêneo. Acrescente mais agua caso necessite.
Coe com um pano limpinho ou voal.
Não descarte o bagaço, pois pode ser utilizado para farofas, bolos, panquecas etc.

 

Receita de sopa (super gostosa)

Friozinho chama sopa. Mas sopa só de legumes para nós vegetarianos não é suficiente. Logo resolvemos incrementar esta linda sopa de beterraba, adicionando tofu fresco e biomassa de banana verde. Assim o tofu aumenta o teor proteico enquanto a biomassa aumenta o teor de fibras e diminui o índice glicêmico. No final temos uma sopa vegana, super saborosa, nutritiva e com boa saciabilidade. Cozinhamos 4 beterrabas com sal e caldo de legumes caseiro. Batemos com 150g de tofu fresco e 5 c de sopa de biomassa de banana verde que compramos fresca e pronta na feira de orgânicos (mas serve aquelas embaladas a vácuo de mercado mesmo). Finalizamos com noz moscada. Super fácil!

Sobremesa vegana

 

As sobremesas veganas são deliciosas e saudáveis, varie seu cardápio com essas receitas sem produtos origem animal

 

 

 

COMO SUBSTITUIR OS OVOS?

Vamos começar pelos ovos, Viviane explica para o que eles servem: “normalmente a função dos ovos nas receitas é dar liga, maciez, ajudar a emulsificar, trazer gordura, ajudar a crescer”. Veja algumas alternativas simples para os ovos abaixo.

 

Para substituir 1 ovo:

1 colher (sopa) Farinha de Linhaça + 2 colheres (sopa) de água, cozinhe até formar um gel.

1 colher (sopa) Chia +  2 colheres (sopa) de água, cozinhe até formar um gel.

Purê de ½ maçã.

½ banana amassada.

½ purê de nhame.

½ xícara de tofu.

1 colher (sopa) lecitina de soja.

COMO SUBSTITUIR O LEITE?

Para substituir o leite de vaca, Viviane diz que uma ótima alternativa são os leites vegetais: “eles estão ganhando o gosto popular, como por exemplo: leite de arroz, soja, amêndoa, aveia, amendoim, avelã, castanha de caju, castanha do Brasil, coco, macadâmia, nozes, gergelim, semente de girassol, inhame”, completa.

Para preparar o leite de coco caseiro:
Bata 1 xícara de coco + 3 xícaras de água

 

 

 

GELATINA VEGANA DE LEITE DE COCO COM FRUTAS VERMELHAS

Ingredientes:

25 gramas de gelatina tipo agar-agar,

500 ml de leite de coco (sem açúcar),

01 xícara de morango fatiado,

1 xícara de framboesas,

01 xícara de mirtilos.

Hortelã, morangos, framboesas e mirtilos inteiros para decoração.

Modo de fazer: Dissolva o agar-agar com o leite de coco. Assim que levantar fervura baixar o fogo e deixe por mais dois minutos. Tire do fogo e deixe amornar. Coloque as frutas vermelhas em uma forma, despeje com cuidado o leite de coco com agar-agar. Leve à geladeira por 1 hora. E depois é só decorar com as frutas e hortelã!

 

 

SOBREMESA DE MANGA

Ingredientes

3 mangas maduras

2 limões

1 xícara de uvas passas

Modo de preparo
Bater no liquidificador 3 mangas maduras com o sumo de 2 limões. Coloque em um pirex de vidro e acrescente 2 maçãs picadinhas. Misture tudo e polvilhe uvas passas por cima. Sirva bem geladinho.

 

 

MOUSSE DE CACAU

Ingredientes

2 abacates

2 bananas caturra

3 colheres(sopa) de cacau ou chocolate de soja

2 colheres(sopa) açúcar mascavo
Modo de preparo
Bata tudo no liquidificador. Sirva gelado.

 

DOCINHO DE DAMASCO

Ingredientes

200gramas de damasco

200gramas de coco ralado seco

½ xícara de açúcar orgânico

½ xícara de água

Coco ralado para enrolar

Modo de preparo
Bata no liquidificador o damasco junto com ½ xícara de água. Leve para cozinhar em fogo médio por 20 minutos junto com o açúcar, mexendo até engrossar. Por fim acrescente 200g de coco ralado e misture bem. Aguarde esfriar, enrole os docinhos e passe no coco ralado.

 

Vontade de doce na gestação – gestante vegana

RECEITAS

 

Cookies de Aveia, Cacau e Nozes

Ingredientes

1 xícara (de chá) de aveia em flocos grandes
1/3 de xícara (de chá) de nozes ou amêndoas torradas
2 colheres (de sopa) de açúcar demerara
2 colheres (de sopa) de açúcar mascavo
2 colheres (de sopa) de cacau natural em pó
1/4 de colher (de chá) de canela em pó
1 pitadinha de sal
1/2 colher (de chá) de bicarbonato de sódio
1/3 de xícara (de chá) de farinha de arroz ou 1/2 xícara (de chá) de farinha de trigo (pode ser branca ou integral)
3 colheres (de sopa) de óleo de coco ou outro óleo vegetal
1/4 de colher (de chá) de extrato de baunilha
Água até dar ponto (+- 3 colheres de sopa)

Modo de preparo

Em um liquidificador, coloque a aveia em flocos grandes e as nozes, e pulse algumas vezes para que fiquem trituradas.
Preaqueça o forno a 180ºC.
Em uma vasilha, coloque a mistura do liquidificador, o açúcar demerara, o açúcar mascavo, o cacau natural em pó, a canela em pó, uma pitadinha de sal, o bicarbonato de sodio, a farinha de arroz ou a farinha de trigo e misture bem.
Acrescente o óleo de coco ou outro óleo vegetal, o extrato de baunilha e misture até obter uma espécie de farofa.
Adicione água aos poucos, até obter uma mistura modelável. Nessa receita, uso cerca de 3 colheres de sopa de água.
Modele os cookies, coloque eles em uma assadeira antiaderente levemente untada e asse por cerca de 25 minutos ou até ficarem levemente dourados embaixo.
Espere esfriarem por pelo menos 5 minutos antes de servir.
Está pronto!

 

Bolo de Fubá Vegano de Caneca (Com Glúten e Sem Glúten)

Ingredientes

3 colheres (de sopa) de farinha de trigo (para uma versão sem glúten, use 1 e 1/2 colher de sopa de farinha de arroz)
2 colheres (de sopa) de fubá de milho
1 e 1/2 colher (de sopa) de açúcar demerara ou cristal
Uma pitada de sal
1 colher (de chá) de fermento químico em pó
2 colheres (de sopa) de óleo vegetal (coco, girassol, milho…)
3 colheres (de sopa) de água filtrada
1/4 de colher (de chá) de vinagre branco ou de maçã, ou suco de limão
1/4 de xícara (de chá) de goiabada + 1/4 de xícara (de chá) de água (opcional)

Modo de preparo

Antes de tudo, derreta goiabada a gosto, coloquei a goiabada picada em uma panela, juntamente com a água e deixei cozinhar em fogo baixo por cerca de 5 minutos. Geralmente uso na quantidade 1:1. Depois que estiver derretida, reserve.
Em uma caneca de cerâmica com no mínimo 360 ml, coloque a farinha de trigo, o fubá, o açúcar, adicione uma pitadinha de sal e o fermento químico em pó. Misture bem, até ficar uniforme.
Adicione o óleo vegetal, a água e o vinagre ou suco de limão.
Mexa bem, até obter uma mistura uniforme, e leve ao micro-ondas para assar em potência alta por 2 minutos e meio. O tempo pode variar conforme o seu aparelho.
Para assar no forno, pré aqueça o forno a 210ºC, coloque a caneca sobre uma assadeira e asse por cerca de 20 minutos ou até você espetar uma faca e ela sair limpa.
Sirva com a goiabada derretida e está pronto!

 

“Pudim” de Chia com Geleia de Morango

Ingredientes

4 colheres (de sopa) de chia
3 colheres (de sopa) de coco ralado seco e sem açúcar (pode por o adoçado, é só reduzir o açúcar)
Açúcar ou adoçante a gosto
1 e 1/2 xícara (de chá) de leite de coco caseiro
1/2 colher (de chá) de extrato de baunilha
200g de morangos picados
1/2 xícara (de chá) de açúcar demerara ou cristal
1 colher (de sopa) de suco de limão
Morangos e folhas de hortelã para decorar

 

Granola com Amêndoas, Castanha-do-pará e Uvas Passas

Ingredientes

1 e 1/2 xícaras (de chá) de aveia em flocos grandes
1 xícara (de chá) de flocos de arroz
1/2 xícara (de chá) de amêndoas cruas picadas
1 pitada de sal
3 colheres (de chá) de óleo de coco ou outro óleo vegetal
1/4 de colher (de chá) de extrato/essência de baunilha
1/3 de xícara (de chá) de melado de cana
1/2 xícara (de chá) de castanhas do pará picadas (ou amendoim, castanha-de-caju, nozes, semente de abóbora)
1/2 xícara (de chá) de uvas passas (ou damasco, tâmara, goji berry, coco ralado ou em pedaços)

Modo de preparo

Pré aqueça o forno a 180ºC. Em uma tigela, coloque a aveia em flocos grandes, os flocos de arroz, as amêndoas cruas cortadas, uma pitada de sal e misture. Adicione o óleo de coco ou outro óleo vegetal, o extrato/essência de baunilha, o melado de cana e misture bem.
Espalhe bem sobre uma assadeira antiaderente grande untada com óleo e leve ao forno por 15 minutos. Passados os 15 minutos, retire do forno, mexa a granola, principalmente as beiradas, para evitar que queime e que cozinhe uniformemente. Volte ao forno por mais 10 minutos ou até os ingredientes ficarem levemente dourados.
Retire do forno e deixe esfriar.
A granola ficará crocante quando esfriar completamente, o que vai levar cerca de 20 minutos, portanto não se preocupe se ela ainda estiver úmida quando você retirar ela do forno.
Com o auxílio de uma espátula, quebre a granola em pedaços. Se precisar, auxilie com as mãos.
Adicione as castanhas do pará picadas, as uvas passas e misture.
Espere esfriar completamente para guardar.
Está pronto!