ESPECIAL PÁSCOA – Bombom de Alfarroba, Amendoim e Coco

Ingredientes

1/2 xícara (de chá) de amendoim torrado e triturado
1/4 de xícara (de chá) de alfarroba em pó
2 colheres (de sopa) de óleo de coco
4 colheres (de sopa) de açúcar mascavo
4 colheres (de sopa) de coco ralado seco
Água até dar liga (cerca de 3 colheres de sopa)
Usei cerca de 150g de chocolate amargo para banhá-los

  • Preço médio: R$8,50

  • Rende cerca de 10 bombons

  • Tempo de preparo: 10 minutos (preparo) + 1 hora (freezer) + 1 hora (para o chocolate endurecer)

  • Não contém glúten

  • Vegan

Modo de preparo

Em uma vasilha, coloque o amendoim, a alfarroba, o óleo de coco, o açúcar mascavo, o coco ralado e adicione água até conseguir modelar bolinhas. Se quiser, adicione pedacinhos de damasco ou frutas secas no meio. Modele bolinhas, coloque em uma assadeira forrada com papel manteiga e leve ao freezer por uma hora ou até ficar dura.
Derreta o chocolate amargo e tempere ele como preferir (não é obrigatório temperar o chocolate, mas ao temperar você deixa ele mais resistente e derreterá com menos facilidade). Banhe as bolinhas neste chocolate, coloque novamente na assadeira com papel manteiga e leve à geladeira até endurecerem (cerca de 1 hora).
Está pronto!

Dicas

  • Você pode substituir a alfarroba por cacau em pó;
  • Você pode usar resíduos de leite de amendoim no lugar do amendoim triturado! É só você fazer o leite (veja a receita aqui) e depois colocar os resíduos em uma assadeira e torrar por cerca de 20 minutos em forno médio pré-aquecido, mexendo de vez em quando!
  • No lugar do óleo de coco você pode usar um óleo vegetal normal ou azeite;
  • Você pode usar nozes picadas, amêndoas ou avelãs trituradas no lugar do amendoim (optei pelo amendoim porque é mais barato);
  • Não é obrigatório temperar o chocolate amargo, mas ao temperar você deixa ele mais resistente ( aprenda a temperar seu chocolate aqui e aqui);
  • Recomendo o consumo em até 3 dias

Nhoque vegano sem glúten e sem ovos

Porção: 2

Tempo: 00h30

Dificuldade: Fácil

Ingredientes

Nhoque vegano

  • 2 xícaras (chá) de mandioquinha cozida e amassada
  • ½ xícara (chá) de farinha de arroz
  • 1 colher (chá) de polvilho doce
  • 1 colher (café) de sal
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • Noz-moscada ralada a gosto

Molho branco vegano

  • ½ xícara (chá) de castanha de caju hidratada em água quente
  • 1 xícara (chá) de inhame cozido
  • 2 dentes de alho
  • ½ cebola roxa
  • ½ xícara (chá) de azeite
  • 1 colher (chá) de sal (ou a gosto)
  • Pimenta-do-reino, cominho em pó, noz-moscada ralada e cebolinha e salsinha a gosto

Modo de preparo

Nhoque vegano

  1. Misture tudo com as mãos até virar uma massa igual a massinha de modelar.
  2. Faça bolotinhas, despeje em água fervente e, quando boiarem, retire imediatamente.
  3. Sirva com o molho e, se desejar, com folhinhas de manjericão.

Molho branco vegano

  1. Bata os ingredientes no liquidificador e vá adicionando água aos poucos até dar a consistência do molho que você deseja e ficar lisinho.
  2. Leve ao fogo somente para aquecer e utilize.

Cevadinha

 

 

A cevada em grão (cevadinha) é um cereal integral que vai muito bem no preparo de saladas, sopas, ou até no lugar do arroz de todo dia. Muito nutritiva, é fonte de proteínas, rica em fibras e rica em cálcio.

 

Auxilia no tratamento de inflamações do aparelho digestivo e genito-urinário, evita desarranjos intestinais, é restauradora do equilíbrio nervoso, favorece o rejuvenescimento dos tecidos e garante boa calcificação nos ossos. É também rica em potássio, fósforo, silício, vitamina B e caroteno.

 

A cevadinha tem pouca gordura e sódio, mas não economiza em niacina e manganês – a niacina participa do metabolismo energético e o manganês tem função antioxidante e favorece a saúde dos ossos e das cartilagens. É um grão de baixo teor glicêmico com elevado teor de fibras solúveis e não solúveis. As primeiras ajudam o organismo a metabolizar gorduras, colesterol e carboidratos; as segundas mantêm o trato digestivo saudável e reduzem o risco de desenvolvimento de câncer de intestino. Ajuda a diminuir o colesterol LDL, é rico em selênio (prevenção de câncer), fonte de niacina, a vitamina B3 (proteção cardíaca), retarda a absorção de gorduras (mantém estável o nível de açúcar no sangue), é rica em antioxidantes

 

Risoto de cevadinha com cogumelos e salsinha 1

Ingredientes

3 colheres (sopa) de manteiga

2 colheres (sopa) de azeite

1 cebola pequena picada

2 dentes de alho picados

2 cenouras cortada em cubinhos

250 g de cevadinha em grãos deixada de molho de um dia para o outro na geladeira

6 ou 7 xícaras (chá) de caldo de galinha ou de legumes

500 g de cogumelos Porto Belo ou champinhons picados

Salsinha picada a gosto

Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

 

Modo de Preparo

Em uma panela com a manteiga e 1 colher (sopa) do azeite, refogue a cebola e o alho e a cenoura por 7 minutos ou até ficarem macios. Junte a cevadinha escorrida, acrescente o caldo de galinha quente, aos poucos, mexendo e cozinhe por 30 a 45 minutos ou até a cevadinha ficar macia, mas al dente, e absorver a maior parte do líquido. Se necessário, acrescente mais líquido. Adicione os cogumelos, aumente o fogo e refogue por 2 minutos, mexendo. Tempere com sal e pimenta, misture a salsinha, regue com o azeite restante e sirva em seguida.

 

Risoto de Cevadinha com Cogumelos 2

Ingredientes:

1 xícara (chá) de cevadinha integral lavada e escorrida

1 cebola roxa bem picada

2 dentes de alho bem picados

300g de cogumelos frescos variados cortados em pedaços (usei shitake, shimeji e paris)

3 colheres (sopa) de azeite

1 litro de caldo de funghi seco*

50g de funghi seco

1 ramo de alecrim

1 ramo de tomilho

pimenta e sal a gosto

2 ovos para finalizar (opcional)

 

Modo de Preparo: Comece preparando o *caldo de funghi seco. Leve ao fogo 1,5 litro de água para ferver com 50g de funghi seco, quando o caldo ferver retire o funghi da panela, pique e reserve. coe o caldo que ficou em um coador de café para retirar qualquer sujeira ou areia que tenha ficado no fundo. Torne o caldo para a panela e mantenha aquecido em fogo médio. Em outra panela inicie o preparo do risoto. Refogue a cebola no azeite até começar a amolecer, então junte o alho, o funghi picado, o alecrim, o tomilho e a cevadinha. Refogue por uns 2 minutos e junte o caldo de funghi. Reduza o fogo para o baixo e deixe cozinhar com a panela semi tampada por 20 minutos, mexendo de vez em quando. Quando a cevadinha estiver al dente junte todos os cogumelos frescos cortados em pedaços e deixe cozinhar por mais 5 minutos. Ajuste o sal e a pimenta. Se quiser finalize quebrando dois ovos sobre cada lado da panela e cozinhe-os até o ponto desejado sobre o risoto com a panela tampada em fogo bem baixo. Sirva em seguida com um ovo sobre cada prato de risoto.

Quibe vegano de feijão fradinho

Receita de quibe assado vegano –  fácil de fazer e ótima para congelar

  • 1 xícara de trigo para quibe
  • 1 xícara de feijão fradinho
  • 1 inhame pequeno
  • 1/2 cebola picada
  • 1 c de sopa de linhaça
  • canela e hortelã à gosto
  • sal à gosto

Faça o remolho de 12 horas do feijão fradinho. Despreze a água e leve o feijão para cozinhar. Em outra panela cozinhe o inhame.

Num recipiente, deixe o trigo hidratando em água morna por 30 min. Faça o mesmo com a linhaça (1 c de linhaça para 3 colheres de água morna).

Após cozido, bata o feijão, o inhame, o sal, hortelã e canela num processador. Adicione tbm a linhaça. Junte esta mistura com a cebola picada e o trigo e misture bem com as mãos. Disponha em uma assadeira e leve ao forno 180º por 30 min. Cai bem com molho de tahine (aguardem o próximo post) e uma salada verde de acompanhamento.

Pastinhas de feijão veganas: simples, saudáveis e versáteis

Feijão preto com manga

  • 2 xícaras (1 xícara = 240 ml) de feijão preto cozido sem sal, e escorrido o líquido
  • 2 dentes de alho
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva
  • 1 colher de chá rasa de sal
  • 1 colher de sopa rasa de vinagre
  • 1 xícara (240 ml) de manga bem madura cortada em pedaços pequenos
  • ¼ de colher de chá de cominho em pó
  • ¼ de xícara de salsinha picada

MODO DE PREPARO

  1. Num processador de alimentos, adicione 1 xícara do feijão preto, alho, azeite de oliva, sal, cominho, vinagre e processe até obter uma mistura bem cremosa.
  2. Acrescente o restante do feijão, manga e a salsinha e pulse 3-4 vezes. Você não quer que a manga vire um purê, mas somente triture um pouco e se misture com os outros ingredientes. Então não processe demais, somente pulse algumas vezes.
  3. Na hora de servir, adicione mais salsinha fresca por cima.

 

 

Feijão vermelho com tomate seco

  • 6-8 tomates secos
  • ¼ de xícara de sementes de girassol ou nozes
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 colher de sopa de azeite de oliva (se for utilizar tomates conservados em azeite ou óleo, não precisa acrescentar azeite)
  • 1-2 dentes de alho
  • ½ de uma cebola roxa pequena
  • 4 colheres de sopa de cebolinha

MODO DE PREPARO

  1. Coloque o tomate seco e as sementes de girassol para demolhar por 2 horas.
  2. Escorra a água e acrescente no processador, junto com cebola roxa e os dentes de alho. Processe por uns 3 minutos, até tudo estar bem incorporado e com uma consistência de pastinha. Você vai precisar desligar o processador e com a ajuda de uma espátula, raspar as bordas da tigela para que os ingredientes de incorporem de maneira mais homogênea.
  3. Acrescente o feijão vermelho, sal e o azeite de oliva e bata por mais 3 minutos. Pare o processador, acrescente a cebolinha e processe por mais 1 minutos, até a cebolinha se incorporar bem.

Na hora de servir acrescente um pouco de sementes de girassol e cebolinha por cima.

Feijão branco, cenoura e gengibre

  • 3 cenouras médias
  • 1/2 colher de sopa de óleo de coco
  • 1 colher de sopa de açúcar 8 (demerara, mascavo ou coco)
  • 1 ½ xícara (1 xícara = 240 ml) de feijão branco cozido e escorrido o líquido
  • 1 colher de sopa de sementes de gergelim (opcional)
  • 2 pedaços pequenos (aprox. 1 colher de sopa) de gengibre fresco (se você não gosta de gengibre fresco, utilize menos ou omita esse ingrediente)
  • 1 dente de alho
  • ½ colher de chá de curcuma em pó (opcional)
  • 2-4 colheres de sopa de água
  • 1 colher de chá de sal
  • ½ xícara de espinafre fresco ou manjericão de folha larga fresco

MODO DE PREPARO

  1. Lave bem as cenouras, corte ao meio, e acrescente em uma frigideira junto com o óleo de coco e açúcar. Leve ao fogão e doure por uns 5 minutos, até elas estarem bem macias e dourados por fora.
  2. No processador de alimentos acrescente as cenouras, dentes de alho, sementes de gergelim, gengibre e processe por dois minutos. Pare o processador, raspe as bordas da tigela para todos os ingredientes de misturem de forma mais homogênea, adicione a água e processe por mais 1 minuto.
  3. Acrescente o feijão, curcuma e sal e processe por uns 2 minutos. Se necessário, misture um pouco com uma espatule e processe até tudo estar bem cremoso.
  4. Acrescente o espinafre e processe ligeiramente, 1-2 minutos, só o suficiente para que ele triture bem e se incorpore na pastinha.
  5. Na hora de servir, espalhe um pouco de sementes de gergelim por cima.

 

Pão de abóbora vegano sem glúten

Ingredientes
  1. • 3 colheres de sopa de sementes de linhaça triturada bem fininha
  2. • 6 colheres de sopa de água quente
  3. • 1 xícara (240ml) de farinha de arroz branca
  4. • ½ xícara (120ml) de farinha de arroz integral
  5. • ¼ de xícara de farinha de coco (se você não tem farinha de coco, pegue o coco ralado seco e triture no liquidificador até obter uma farinha). Meça ¼ de xícara depois de triturado.
  6. • ¼ de xícara de fécula de batata
  7. • 1 colher de chá de goma xantana
  8. • ¼ de xícara de açúcar demerara
  9. • ½ colher de chá de sal
  10. • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  11. • 1 colher de chá de fermento químico
  12. • 1 colher de chá de canela
  13. • 1 xícara (240ml) de abóbora cozida, sem sal e bem amassada (consistência de um purê)
  14. • ¼ de xícara de azeite de oliva (pode substituir por óleo de coco ou outro óleo vegetal)
  15. • 2 colheres de sopa de agave ou melado
Modo de preparo
  1. 1. Pré aqueça o forne em 180°C
  2. 2. Numa tigela média, acrescente a linhaça com a água quente. Misture e reserve.
  3. 3. Numa tigela grande, adicione a farinha de arroz branca, farinha de arroz integral, fécula de batata, farinha de coco, goma xantana, açúcar, sal, bicarbonato de sódio, fermento químico, canela. Misture e reserve.
  4. 4. Na tigela da linhaça, adicione o o azeite de oliva, agave ou melado, abóbora. Misture bem e adicione na tigela grande dos secos. Misture bem com uma espátula, por uns 4 minutos, batendo a massa um pouco. No início vai parecer que está a mistura está muito seca, mas a medida que você for misturando vai ficar bem úmido e cremoso. Você quer uma consistência super pegajosa e cremosa. Se estiver muito seco (olhar vídeo) acrescente mais água, 1 colher de sopa de vez.
  5. 5. Transfira para uma forma de pão untada com óleo ou papel manteiga. Espalhe bem a massa com a ajuda de uma espátula. Opcional, acrescente sementes de abóbora por cima para enfeitar.
  6. 6. Leve para assar em forno pré aquecido em 180°C por em média de 50-60 minutos, até a massa soltar das bordas da forma, a superfície estar levemente dourada, e o teste do palito sair seco.
  7. 7. Deixe esfriar por no mínimo 30 minutos antes de cortar.

#vegano #vegan #Pãodeabóboraveganosemglúten #@alimentaçãosaudável

Risoto Vegano de Arroz Negro

Além de ser super fácil de fazer, este risoto de arroz negro tem um sabor todo especial. Vale testar!

Ingredientes:

1 e 1/2 xic de arroz negro

1 cebola picada

1 bandeja de shitake

1/2 xic de vinho branco

4 xic de caldo de legumes

azeite

Rúcula picada e batata palha para finalizar

Modo de preparo: Refogue a cebola no azeite. Acrescente o arroz e refogue tbm. Coloque o vinho até que o álcool evapore. Como o arroz não tem a cremosidade dos grãos tradicionalmente utilizados para risoto, você pode colocar 2 a 3 xícaras de caldo de legumes e deixar cozinhar o arroz em fogo baixo por 25 a 30 minutos. Reserve o restante do caldo para finalizar o seu risoto. Em outra panela refogue o shitake. Assim que a água do arroz começar a secar, adicione o shitake e vá mexendo, incluindo  o restante do caldo de legumes até que o arroz fique cremoso e levemente al dente. Finalize com rúcula picada e batata palha (opcional para enfeitar). Bom apetite!

 

 

 

 

 

Substitutos de ovos na dieta vegana

Tanto novatos quanto os mais experientes na cozinha vegana podem estar à procura de substituições parar usar nas receitas não veganas. Para todos os ingredientes não veganos, existe pelo menos um par de substitutos veganos.

 

Um ótimo substituto para ovos mexidos é tofu mexido. Você pode fazer sua receita ou comprar uma receita pronta. Outro substituto para o ovo é o gel da linhaça. Basta deixar a linhaça de molho em água de um dia para o outro, e usar o líquido gelatinoso. Nesse caso, o gel é usado para dar liga para massas, funcionando como a clara do ovo. Bananas amassadas, em receitas doces, também servem para dar liga, e ficam deliciosas como substitutas aos ovos.

Suco de Hibisco com Gengibre

Ingredientes:

2 colheres de sopa de hibisco;

2 colheres de sopa de gengibre ralado;

1 litro de água;

melado de cana para adoçar.

 

Leve a água ao fogo por 8 minutos, quando estiver bem quente, mas antes de começar a ferver adicione o gengibre, tampe e deixe descansar por 5 minutos. Em seguida, adicione o hibisco e deixe por mais 5 minutos. Coe, adoce, se preferir e sirva.

 

#vegano #vegan #veganismo #vegetariano #alimentaçãovegana